Categoria: Restaurantes em Portugal

Restaurantes em Belém, Lisboa!

Hoje o post é super #GordinhaSafada: restaurantes em Belém, Lisboa! É obrigatório para quem vem à Lisboa passar pelo menos um dia fazendo turismo em Belém e óbvio que em algum momento você vai precisar se alimentar!

Restaurantes em Belém, Lisboa

Reuni aqui dicas de alguns restaurantes em Belém que eu já conheço e recomendo. Tem para todos os gostos: italianos, frutos do mar, comida típica portuguesa, hamburguer, sanduíche, sorvetes, doces…

Rui dos Pregos

Este é um dos meus restaurantes preferidos de Lisboa! O prego é um dos pratos tradicionais de Portugal e nada mais é do que o PF brasileiro: bife (com ou sem ovo frito em cima) e batata frita. A diferença fica com o molho, feito de alho e manteiga e maravilhoso! Ah, e a batata frita que pra mim é uma das melhores do mundo!

Restaurantes em Belém, Lisboa

O Rui dos Pregos também tem uma imensa variedade de frutos do mar, todos expostos na vitrine para você escolher. Recomendo também a salada de polvo: não gosto de polvo, mas amo esta salada! rs O melhor? É tudo super barato! Para beber, pode optar pelo vinho da casa, sangria ou uma imperial (chopp)!

Rui dos Pregos Docas de Santo Amaro

A vista do Rui dos Pregos das Docas de Santo Amaro, o meu preferido!

O Rui dos Pregos está em vários pontos da cidade, o meu preferido é o das Docas de Santo Amaro, que tem uma vista lindíssima. O de Belém não tem vista, mas a comida é excelente do mesmo jeito!

Samurai Sushi em Belém

Se você quiser comida japonesa, bem do lado do Rui dos Pregos tem o Samurai Sushi. O sistema é rodízio e você escolhe o que quer através do menu. Preço bem ok, peixe sempre fresco e tudo muito bom! O local não é dos mais bonitos, mas a comida compensa!

Pastelaria Versailles

A pastelaria histórica inaugurou um novo espaço em Belém há alguns meses. Ali você pode tomar um café acompanhado de um doce (os de ovos são maravilhosos), fazer um lanche rápido ou almoçar e jantar.

Pão Pão Queijo Queijo

Se quiser uma refeição mais rápida, aqui é seu lugar! Não se assuste com a fila, anda rápido! Na Pão Pão Queijo Queijo você pode escolher entre baguetes, saladas, pratos rápidos e pitas/kebabs, que são sanduíches com origem árabe. Num estilo que lembra o Subway, você pode optar pelo menu (com bebida + fritas) e escolher o recheio do sanduíche num menu com mais de 50 opções. Se estiver sol, recomendo que pegue o lanche e vá comer no jardim que fica bem em frente!

Hambúrguer em Belém – Honorato

O menu do Honorato é reduzido: cerca de 14 hambúrgueres, mas são todos deliciosos, sempre acompanhados de fritas! O local é todo bonitinho, vale a pena para quem quiser comer algo rápido mas com charme!

Nosolo Belém

Este não tem nada de típico, mas a vista compensa: bem do lado do Padrão dos Descobrimentos, na beira do Rio Tejo! O Nosolo é um restaurante italiano que serve massa, pizza e saladas. Comida boa, com preço justo. Às vezes vou lá só pelas sobremesas: os sorvetes são uma delícia, e o waffle com sorvete vale por uma refeição!

Restaurantes em Belém, Lisboa

A vista do Nosolo Belém!

Pastéis de Belém

Famosa mundialmente, a fábrica dos Pastéis de Belém serve também alguns salgados, sanduíches e outros doces! Entre direto na loja e vá para a fila das mesas, que costuma ser muito menor do que a fila da porta para comprar só o Pastel de Belém para viagem!

Pastel de Belém

Santini

Gosta de sorvete? Então tem que provar os gelados da Santini! A loja original é em Cascais, mas em Belém dá para provar estas delícias geladas, bem do lado do Museu dos Coches!

Sorveteria Santini!

O mini cone da Santini!

Mc Donalds e Starbucks

Não recomendo, afinal, tem vários restaurantes e cafés bons e baratos na região. Mas se você só confiar numa rede americana, aqui também tem estas duas opções. Mas sério, não faça isso! Você está no país famoso pela sua culinária e café, é até ofensivo comer nessas redes… rs

Uma boa dica para estiver procurando restaurantes em Belém (ou qualquer lugar em Lisboa) é usar o Zomato. O aplicativo tem o menu com preço de todos os restaurantes, informações de horário e a nota de quem já esteve por lá!

Aqui neste post reuni os restaurantes em Belém que ficam bem no circuito turístico e que eu já provei e gostei. Claro que existem muitos outros por aqui, mas esses merecem destaque! ;)

E aí, já experimentou algum destes restaurantes em Belém? Tem alguma outra dica?

Acompanhe as minhas aventuras por Lisboa através do meu Instagram (@TrendTips)!

Um dia em Belém, Lisboa!

E se eu disser que a Torre de Belém é rodeada de monumentos e outros locais super interessantes? Belém, bairro de Lisboa, tem muito mais que a Torre para oferecer!

Como sei que muita gente só tira um dia para conhecer o bairro onde moro, resolvi fazer um pequeno guia de turismo em Belém, Lisboa! Mas ó, aqui tem muita coisa pra ver, vale voltar no dia seguinte, tá? ;)

Como chegar em Belém, Lisboa

Turismo em Belém, Lisboa, Portugal

Lisboa é uma cidade pequena, mas Belém é relativamente afastado do centro da cidade. Para chegar aqui, basta pegar o elétrico (bonde) 15E, que sai do centro da cidade (Praça da Figueira e passa pela Praça do Comércio). Aí basta descer na parada “Mosteiro dos Jerónimos” e começar o dia de turismo!

Ingressos grátis em Lisboa

Quando gravei o vídeo, a maioria dos monumentos de Lisboa tinha entrada gratuita no primeiro domingo de cada mês. Esta regra mudou e agora muitos museus e monumentos são grátis TODOS os domingos, até às 14h. Sempre bom confirmar no site da atração! E claro, ter paciência com as filas e com a multidão de turistas…

Palácio Nacional da Ajuda

Este é um lugar que muitos turistas não conhecem, pois não fica do lado das outras atrações do bairro. Acho uma pena que muita gente não visite o Palácio Nacional da Ajuda, que já foi residência real e ainda hoje é usado pela presidência. Não se deixe enganar pela fachada simples: por dentro é puro luxo!

Turismo em Belém, Lisboa, Portugal

O palácio está super preservado e tem muitas salas abertas à visitação. É incrível reparar em todos os detalhes de como a realeza vivia: móveis, quadros, tapetes, hobbies e até produtos de beleza! Eu adoro e sempre que posso volto lá!

Picadeiro Real

Turismo em Belém, Lisboa, Portugal

Até 2015, este edifício abrigava o museu dos coches. Agora só tem alguns coches lá dentro, mas a arquitetura luxuosa continua por lá. Pequeno, mas vale a pena entrar e admirar!

Museu dos Coches

Turismo em Belém, Lisboa, Portugal

Para mim, um dos melhores museus do mundo! Reúne dezenas de coches (carruagens) que eram utilizados pela alta sociedade entre os séculos XVI a XIX. É impressionante ver os detalhes que algumas peças tem!

Torre de Belém

Talvez o maior ícone de Portugal, a Torre de Belém é realmente linda e imperdível. Mas imperdível para olhar por fora e tirar muitas fotos. Lá dentro não tem nada demais, sem falar que está sempre lotada e tem fila para tudo: pra entrar, pra ver a parte externa, para subir os andares… Haja paciência!

Mosteiro dos Jerónimos

Também super famoso, e também maravilhoso por fora. Lá dentro não tem muito o que ver… Vale a pena entrar na igreja (que é grátis sempre) e ver os túmulos de Vasco da Gama e Luís de Camões!

Turismo em Belém, Lisboa

Belém tem muito para ser visto, um dia só por aqui é pouco! Algumas outras atrações que valem a pena serem visitadas por aqui:

Centro Cultural de Belém e Museu Coleção Berardo – prºedio moderno que tem cafés e uma excelente vista e um museu incrível de arte moderna, com entrada grátis sempre.

– Maat – Museu de Arte, arquitetura e Tecnologia, com um arquitetura moderna. Abriu em 2016 e a ideia é ter exposições temporárias.

– Museu da Eletricidade – aqui dá para saber como é gerada eletricidade. Passeio bem interessante para crianças!

– Padrão dos Descobrimentos – monumento em homenagem às navegações de Portugal. Confesso que nunca entrei, mas por fora ele é lindo e rende ótimas fotos!

– Museu de Marinha – dividido em dois espaços, esse museu reúne diversas peças sobre as navegações portuguesas. A área com vários barcos é imperdível!

– Museu Nacional de Arqueologia – situado no mesmo prédio do Mosteiro dos Jerónimos, tem uma coleção bem variada que inclui até múmias e várias peças do Egito antigo. A área das jóias é demais!

– Planetário Calouste Gulbenkian – Esse é igual em todo mundo né? Eu adoro, mas confesso que dormi na última vez que fui… #ShameOnMe! hahahahaha

É uma vergonha que eu tenha demorado tanto tempo para fazer um post sobre turismo aqui em Portugal incluindo a Torre de Belém e todo meu bairro amado… Mas né, antes tarde do que nunca! rs Ainda tenho muito para mostrar por aqui, além da Torre de Belém! ;)

Acompanhe as minhas aventuras por Lisboa através do meu Instagram (@TrendTips)!

Hard Rock + Pitbull!

O Hard Rock acaba de lançar uma t-shirt em parceria com Pitbull! O músico criou a camiseta para o  projeto Signature Series, que todos os anos convida artistas da música para angariar fundos e promover mundialmente uma causa social. Este ano, parte do lucro será revertido para a SLAM Foundation, que visa promover estudos e orientar carreiras relacionadas com o esporte.

Hard Rock Signature Series Pitbull A camiseta é preta e leva em grafismo pink e azul um dos apelidos do músico: Mr. Worldwilde. Tem o modelo masculino, com corte tradicional, e feminino, cropeed.

Hard Rock Signature Series Pitbull

A t-shirt Hard Rock Signature Serie 35 – Pitbull está à venda em todos os Hard Rock do mundo e custa 27,50 dólares.

Ganhei uma do Hard Rock Cafe Lisboa e já usei nas minhas férias no Brasil, amei o corte dela! Quem quiser uma também, é só passar por lá e garantir a sua. Estilo fazendo o bem é muito mais legal! :)

O Menu Veggie do Hard Rock Cafe Lisboa!

Se tem um lugar que eu adoro, em qualquer lugar do mundo, é o Hard Rock Cafe! O local tem uma decoração incrível, música boa, bons drinks e comida boa! Aqui em Lisboa não é diferente: adoro ir lá para tomar uns drinks, jantar ou dançar com os amigos!

Semana passada fui lá fazer uma coisa diferente: provar o menu vegetariano! Até o dia 13 de novembro, todos os Hard Rock Cafe da Europa estão com um menu pensado exclusivamente para quem não come carne!

Hard Rock Cafe Veggie Menu

  • Ratatouille Flatbread (€12,95) – pão crocante coberto com pasta de alho, ratatouille de legumes grelhados, queijo romano, queijo mozarela e um fio de azeite de alho. Parece uma pizza, delicioso!!!
  • Grilled Ratatouille Wrap (€11,95) – ratatouille de legumes grelhados cobertos com maionese Sriracha, azeite e rúcula bebé, servidos numa tortilha de farinha grelhada e com salada a acompanhar.
  • Fennel, Beet & Orange Salad (€11,95) – beterraba assada, gomos de laranja, funcho, hortelã, coentros e mistura de alfaces temperadas com um vinagrete de alho, lima e cominho.
  • Pico de Gallo Quinoa Arugula Salad (€13,95) –mistura fresca de rúcula, pico de gallo, quinoa, sumo de lima e coentros picados, coberta com couve-de-bruxelas ralada, nozes picantes, queijo feta e arandos desidratados, temperada com  vinagrete cítrico. Adorei essa salada!!

Hard Rock Cafe Hamburger Vegetariano

  • Cauliflower “Wings” (€9,95) – “asinhas de frango” feitas de couve-flor crocante e servidas tiras de cenoura e aipo. Este pode vir em duas versões: mais ou menos picante. Provei a menos picante e já achei super apimentada. De qualquer maneira, é uma delícia!
  • Cauliflower Burger (€14,95) – hambúrguer panado caseiro feito com couve-flor, queijo de cabra, alho, ovo e orégãos coberto com curgete e queijo Monterey Jack. Servido com rúcula, tomate e maionese de alho num pão de brioche tostado e acompanhado de batatas fritas. Com certeza, meu prato preferido, é maravilhoso!!!

Os drinks também ganharam versões veggies:

Hard Rock Cafe Veggie Drinks

  • Very Veggie ‘Tini (€8,95) – pepino fresco, cebola roxa, hortelã, iogurte grego, sumo de lima e Vodka stolichnaya. Beeeeem diferente!
  • Wascally Wabbit (sem álcool, €5,45) – sumos de cenoura, maçã e laranja misturados com gengibre e Orgeat e acompanhdos por hortelã. Docinho e refrescante!

Apesar de não ser vegetariana, adorei tudo!!! Estou na torcida para que o Cauliflower Burger fique pra sempre no menu!

Harry Potter e o Porto!

Com a chegada de mais um livro da saga Harry Potter, os fãs em todo o mundo estão super ansiosos para finalmente ler mais um livro do universo mágico de Hogwarts! Enquanto o livro não chega, que tal descobrir um pouco mais sobre as inspirações da autora para criar o universo do bruxo?

livraria-lello-porto-harry-potter Explico: J.K. Rowling viveu no Porto (cidade no Norte de Portugal) entre 1991 e 1993 e sua ida para Invicta foi como uma fuga de uma séria de problemas pessoais, entre eles, a morte da mãe. No Porto, dava aulas de inglês e aproveitava as horas livres para continuar a escrever o romance “Harry Potter e a Pedra Filosofal”. Casou-se com um português, uma relação conturbada que a fez deixar a cidade em 1993. Ela não partiu sozinha: levou sua filha de apenas alguns meses, nascida numa maternidade da Invicta.

Já mostrei muito da Invicta para vocês, mas decidi reunir em um único post todas as influências de Harry Potter e o Porto! Preparados para pegar o Expresso de Hogwarts comigo? rs

Livraria Lello

harry-potter-porto-portugal Com certeza a Livraria Lello é o grande “marco” de Harry Potter no Porto. O lugar parece realmente mágico: a fachada já é incrível por si só, mas as surpresas estão realmente do lado de dentro. Tudo, absolutamente tudo, lembra o mundo mágico de Harry Potter, principalmente a livraria da saga Floreios e Borrões. A madeira escura, as prateleiras, as peças entalhadas, os livros guardados dentro dos vidros, as janelas, os mosaicos que fazem com que a luz entre colorida no local… é lindo!

Inclusive, as vitrines que guardam alguns livros lembram muito algumas salas de professores de Hogwarts! Aqui tem um vídeo onde mostrei a Livraria Lello em detalhes!

A escadaria da Livraria Lello

Entrar na Livraria Lello é realmente como entrar no mundo mágico de Harry Potter! Dizem que a escada que leva ao primeiro andar inspirou J.K Rowling a criar as escadas que se mexem no castelo de Hogwarts. A escada curva, feita em madeira e pintada de vermelho chama a atenção logo que você entra na Livraria Lello. Difícil é retratar toda a beleza dela numa foto!

O Uniforme dos Estudantes

uniforme-hogwarts-estudantes-porto-portugal

Eu com a capa dos estudantes, numa serenata que recebi! Tem vídeo mostrando tudo aqui!

Dizem também que o uniforme dos estudantes de Hogwarts, com suas capas pretas, foram inspirados nas capas usadas pelos estudantes universitários do Porto. Na verdade estas capas são usadas por estudantes de qualquer lugar de Portugal, mas a semelhança é realmente muito forte! Toda vez que vejo algum estudante com essa capa na rua, fico esperando ele sacar a varinha mágica! rs

Os Jardins do Palácio de Cristal

Já ouvi falar que os jardins do Palácio de Cristal inspiraram os jardins de Hogwarts e até a Floresta Proibida. Aqui não vejo muitas semelhanças, mas dá o play no vídeo e confira você mesmo! rs De qualquer maneira, é bem provável que a escritora escolhesse a calma deste lugar para escrever seu livro!

A Pedra Filosofal

Na biografia escrita por Sean Smith, o autor alega que o primeiro livro da saga teve seu nome inspirado no poema de António Gedeão: Pedra Filosofal. O poema também é uma música, cantada por Manuel Freire, muito conhecida pelos estudantes portugueses. Esta informação nunca foi confirmada por J.K. Rowling.

O Café Majestic

Enquanto morava na cidade, dizem que a autora costumava passar horas ali escrevendo os primeiros capítulos da saga. Verdade ou não, o lugar é lindo e vale muito a visita. Só visita mesmo, já que é tudo extremamente caro! rs

Majestic Cafe

Salazar: Ditador e Professor

Agora um pouco de história, muito rapidamente: Portugal esteve numa das ditaduras mais longas de toda história, entre 1926 e 1974. Um dos ditadores era António de Oliveira Salazar. J.K. Rowling admitiu que o nome do professor Salazar Slytherin foi inspirado nele e, depois de ler os livros, dá para perceber que algumas características também. O feiticeiro, fundador da  casa que recebe os estudantes mais inclinados às artes das trevas, ganhou destaque no segundo livro da saga: como acreditava na pureza de sangue, preparou um plano para eliminar de Hogwarts os “sangue-ruim”.

Comida

comida-porto-harry-potter

Todas as vezes que fui ao Porto, comi muuuuuuuito bem. Além da comida maravilhosa, as porções são enormes e não é difícil o almoço durar a tarde toda, sempre regado aos melhores vinhos. Sendo assim, realmente acredito que os banquetes de Hogwarts (onde a comida aparece como mágica para os estudantes!), também tenham sido inspirados na culinária deliciosa do Porto.

Ufa, deu para perceber que Harry Potter e Porto tem muito em comum, hein?