Daily Archives: 14 de junho de 2017

O Inverno da Sisley!

Semana passada pude conferir em primeira mão a coleção Outono/Inverno 2017/2018 da Sisley, marcar italiana que oferece uma moda elegante com toque fashionista.

Sisley Inverno 2017 / 2018

A grife tem aquelas peças perfeitas para quem tem que trabalhar mais arrumadinha mas não quer deixar o lado fashion de lado, sabe?

Sisley Inverno 2017 / 2018

Apesar de ser uma coleção de inverno, as cores não foram deixadas de lado! Rosa, burgundy, azul e verde aparecem em tons mais sóbrios e misturados nas peças.

Sisley Inverno 2017 / 2018

A tendência da lingerie continua com força e vestidos e shorts aparecem em cetim e com rendas bem delicadas, perfeitas para usar à noite!

Babados (ou folhos, como são chamados aqui em Portugal!) continuam com tudo e aparecem em vários lugares! Mangas, barras de saias, vestidos, camisas, mais discretos ou mais volumosos… Basta escolher seu babado favorito e arrasar por aí!

Sisley Inverno 2017 / 2018

Entre as estampas, destaque para o xadrez que aparece em várias padronagens! Pequeno em branco e pedro ou grande em cores fortes: tem para todos os gostos!

Sisley Inverno 2017 / 2018

Malhas fofinhas e quentinhas não faltam no Inverno da Sisley. O diferencial fica pelo acabamento destroyed!

Para esquentar, nada melhor do que casacos peludos! A Sisley aposta nos modelos curtos e em várias cores.

O luréx marca presença em algumas peças, deixando aquele brilho lindo e discreto!

Sisley Inverno 2017 / 2018

Entre os acessórios, destaque para as botas pesadas estilo coturno e também o acabamento em verniz e veludo!

A coleção Inverno Sisley deve começar a chegar às lojas no fim de agosto. É só ficar de olho na loja online!

Sisley Inverno 2017 / 2018

É uma difícil escolha, mas aqui estão as minhas peças preferidas da coleção: casaco peludo listrado, malha de boquinhas, camisa jeans e vestido com renda! Olha que amor este coturno com uma fita no lugar do cadarço! Dá todo um charme, além de deixar a peça mais delicada!

Tanta coisa linda que até dá saudade do inverno… Brincadeira, posso esperar mais uns meses para usar essas peças! ;)

O incrível figurino de “A Bela e a Fera”!

Vocês já sabem da minha paixão por esse filme e confesso que estava realmente curiosa para ver o figurino A Bela e A Fera!

Figurino A Bela e a Fera Hoje de manhã tive a oportunidade de conferir o filme em primeira mão e apesar das expectativas super altas, não me decepcionei em nada. Muito pelo contrário, me surpreendi como uma história já tão conhecida por todos nós pode continuar nos encantado como se fosse a primeira vez.

Figurino A Bela e a Fera Começo a dizer que: não tenho estrutura emocional para esse filme, chorei do começo ao fim! rs É difícil explicar a sensação que tive… É como se um sonho tornasse realidade; como se fosse possível visitar o mundo da Bela e a Fera já no próximo fim de semana. É indescritível a sensação de ver todos os personagens ganhando “vida”!

Figurino A Bela e a Fera O live action segue exatamente a estrutura da animação lançada pela Disney em 1991, com algumas boas surpresas no caminho. Para mim, o figurino A Bela e a Fera foi o que mais me surpreendeu: tudo incrível, pensado nos mínimos detalhes!

Jacqueline Durran é a figurinista e contou com uma equipe de bordadores, chapeleiros, joalheiros, pintores e artistas têxteis para criar roupas para todos: desde os aldeões da vila até os vestidos de festa! “A expectativa em relação a todos os figurinos da Bela era bastante grande”, diz Durran, “Mas acabamos com alguns lindos vestidos que fazem referência ao filme de animação, mas que são únicos para esse filme”.

Emma Watson as Belle in Disney's BEAUTY AND THE BEAST, a live-action adaptation of the studio's classic animated film. O icônico vestido amarelo, usado pela Bela para dançar com a Fera, é com certeza o ponto alto! A figurinista diz que tentou reinterpretar o vestido da animação, dando “um pouco mais de substância adicionando mais texturas e fazer com que parecesse um figurino da vida real”. O resultado foi um vestido criado a partir de camadas múltiplas de cetim organdi levíssimo tingido de amarelo (55 metros no total), que foi cortado de modo geral em formato circular e precisou de 915 metros de fio. As duas camadas superiores foram estampadas com folhas de filigranas douradas em um padrão que acompanhava o piso em estilo Rococó do salão de baile e foi acentuado com 2.160 cristais Swarovski. Foram mais de 12 mil horas de trabalho para fazer o vestido amarelo da Bela!!! O resultado é uma peça linda, que faz parte da cena, parece da vida real e parece flutuar durante a dança!

Figurino A Bela e a Fera Os sapatos de Bela também tem grande importância no filme: ela é uma mulher decidida, que sabe o que quer e para cavalgar, usa botas, nada de sapatinhos de princesa! Emma Watson falou sobre o assunto:

“Queríamos realmente expandir a personalidade da Bela no filme e queríamos ter certeza de que ela passasse a imagem de uma mulher que genuinamente sabe andar a cavalo. Então nos certificamos de que ela tivesse os calçados apropriados e subimos um lado de sua saia para que ela pudesse montar ao estilo ocidental e que isso parecesse fácil para ela”.

Figurino A Bela e a Fera Durran acrescenta: “Não queríamos que ela fosse uma princesa delicada, mas uma heroína ativa, assim o vestido azul e avental que ela usa no início do filme foi desenhado com bolsos onde ela pode colocar um livro e pode ser usado com roupas íntimas e um corpete”. No Figurino A Bela e A Fera, tudo foi pensado nos míninos detalhes!

Figurino A Bela e a Fera Um coisa super interessante é que todo o figurino A Bela e a Fera foi feito de maneira ética e sustentável, feito a partir de tecidos ‘fair-trade’: materiais orgânicos de fornecedores que remuneram seus funcionários de maneira justa e tem preocupações com o meio ambiente. Em parceria com a Eco Age e a Green Carpet Challenge, o departamento de figurino só usou tintas naturais e de baixo impacto, descartando com cuidado toda e qualquer água residual, e realizou as impressões com blocos tradicionais de madeira. Tudo eco friendly e tudo lindo!

As roupas das versões humanas dos funcionários do castelo da Fera foram feitas em colaboração com a equipe de decoração de set, para que os objetos e pessoas tivessem uma ligação nos seus dois formatos. Cabelo e maquiagem também seguiram essa linha!

Figurino A Bela e a Fera Vamos pegar como exemplo Cogsworth, o relógio. Quando está na forma humana, ele tem um casaco com botões esmaltados com numerais romanos, iguais aos números usados quando ele está na forma de relógio. A cabeça dele tem o formato de um relógio e seu bigode parece com ponteiros de um relógio!

A Bela e a Fera (ou a Bela e o Monstro, aqui em Portugal) estreia nos cinemas do mundo todo já nesta quinta, 16 de março. Não percam!!!

Veja aqui alguns produtos lançados do filme: tem tênis, pingentes e até make up

Cidade Gráfica – os antigos neons de Lisboa!

Quem me segue no Instagram (@TrendTips), viu que no domingo fui na Exposição Cidade Gráfica aqui em Lisboa! A mostra é organizada pelo Mude Museu de Moda e Design dentro do projeto Mude fora de portas e reúne diversas peças de publicidade usada nas fachadas da capital de Portugal.

Mesmo para quem não cresceu aqui na cidade (meu caso!) e não lembra de Lisboa cheia de painéis luminosos, a exposição é super interessante, principalmente para quem é das áreas de design e publicidade.

Exposição Cidade Gráfica - MUDE, Lisboa

De forma cronológica, a exposição Cidade Gráfica mostra a evolução da publicidade outdoor nas últimas décadas. Fotos, réplicas de fachadas pintadas, placas, portas, letreiros de metal e claro, neon estão reunidos no local e é incrível ver como as coisas evoluíram! Uma pena saber que os neons estejam perdendo espaço…

Exposição Cidade Gráfica - MUDE, Lisboa

Imagino que para quem tenha crescido em Lisboa seja incrível ver neons super icônicos da cidade reunidos num só lugar. Certeza que marcaram gerações! Mesmo sem lembranças de infância, eu, que adoro um brilho, adorei! rs

Exposição Cidade Gráfica - MUDE, Lisboa

A exposição “Cidade Gráfica: Letreiros e reclames de Lisboa no século XX” fica em cartaz até dia 18 de março, no Convento da Trindade (no Chiado, bem pertinho do Café A Brasileira) e é grátis! Mais informações, no site do museu.

Exposição Cidade Gráfica - MUDE, Lisboa O Mude – Museu do Design e da Moda está fechado para reformas, mas se quiser conhecer o local pode ver o vídeo que fiz logo que cheguei aqui em Lisboa!

Já pensou em se hospedar onde os Beatles gravaram?

Nesta viagem contei com um grande parceiro: Generator Hostel em Hamburgo e em Berlim. Se eu adorei o hostel em Berlim, Hamburgo não ficou nada atrás! Afinal, ali, antes de ser um hostel, era um estúdio onde os Beatles gravaram antes de ficarem famosos! Sim, eu dormi num lugar onde John, Paul, George e Ringo já pisaram!!! ❤️

Hostel em Hamburgo Alemanha

Generator Hostel em Hamburgo – Localização

Excelente! Há poucos metros da estação central, não importa se você chega na cidade de avião, trem ou ônibus: o Generator Hostel é logo ali! A localização central permite que você conheça a cidade praticamente inteirinha a pé, mas se não quiser andar não tem problema: o metro é logo na porta do hostel e te leva para todos os lugares de Hamburgo!

Área Comum

Mal chegamos no hostel e fomos logo atraídas pela música do bar: super animado, com várias bebidas para escolher. Claro que não resisti e fui direto na cerveja alemã! Importante dizer que mesmo o bar tendo música, ela não atrapalha o sono de quem quer dormir, já que o bar fica em outra área do hostel.

Além do bar, o Generator Hostel em Hamburgo conta com espaços comuns com sofás, mesas e até mesa de pebolim! Como o hostel tem bar e restaurante dentro, eles não permitem comida nem bebida de fora, e também não oferecem cozinha. Uma pena, pois muitas vezes preferimos cozinhar e beber no hostel para economizar. Pelo menos a bebida tinha um preço razoável (2€ a cerveja 500 ml).

Comodidades

O hostel oferece wifi grátis em todo o prédio, secador e cadeado para alugar e até amenities para comprar (shampoo, pasta de dente etc). Tem recepção 24 horas e aluguel de bikes. Para deixar a mala enquanto passeia, o hostel conta com lockers pagos à parte.

Hostel em Hamburgo Alemanha

Café da Manhã

O café da manhã (pago à parte) tem tudo o que precisamos para começar um dia de turismo com muita energia: cereais, pães, frios, suco, café, leite, chá, iogurte, frutas. Servido em buffet, você pode se servir quantas vezes quiser e aproveitar para comer nas mesas ou nos sofás da área comum.

Hostel em Hamburgo Alemanha

Quartos – hostel em Hamburgo

Fiquei num quarto de 8 pessoas que era equipado com 4 beliches, espelho grande, banheiro e uma outra divisão com chuveiro. Essa divisão para o chuveiro era um pouco pequena, mas bem funcional. E se não quisesse usar o banheiro de dentro do quarto, podia ir à um dos corredores, bem maiores. Cada hóspede conta com um baú para guardar seus pertences e uma tomada com USB e abajur na cama. Lençóis, travesseiro e edredom uma delícia: macios e cheirosos! A toalha, que deve ser alugada à parte, também era ótima. Tudo muito limpo e organizado!

Hostel em Hamburgo Alemanha

Além dos quartos coletivos, o Generator Hostel Hamburg ainda oferece quartos duplos, triplos e quádruplos, para quem viaja em turma. Nos quartos coletivos, a opção feminina parece ser ótima: oferece alguns mimos que adoramos como secador de cabelo, penteadeira e revistas. Os preços começam nos 19 euros.

Design, história, conforto, excelente localização e preços acessíveis: não tem como não amar o Generator Hostel em Hamburgo. Adorei o clima animado e a decoração do local, já quero voltar pra lá!

Acompanhe as minhas viagens pelo instagram: @TrendTips!

Fiquei hospedada no Generator Hostel Hamburg à convite do local, mas a a minha opinião e experiências são independentes e totalmente pessoais.