#GordinhaSafada na Colônia: Mercado de Natal e Museu do Chocolate!

Eu sei que o Natal já passou, mas só hoje vou mostrar para vocês um mercado de Natal em Colônia, a cidade onde surgiram os mercados de Natal! Apesar de ter passado 10 dias na Alemanha, só consegui pegar um mercado de Natal aberto, pois todos iriam abrir depois de eu vir embora… Fiquei frustrada, mas ainda mais motivada para voltar logo para Alemanha! rs

Mercado de Natal em Colônia

O único mercado de Natal em Colônia aberto era o Harbour Cristmas market, que fica bem na beirada do Rio Reno. Bem pequeno, esse mercado de Natal em Colônia não conta com aquela decoração tradicional, por ali o tema náutico predomina! Caravelas, pessoas vestidas à caráter e até o copo de vinho quente seguia o tema: azul com um barco desenhado. Mesmo não sendo super tradicional, por ali encontrei tudo o que um bom mercado de Natal deve ter: comidas típicas e deliciosas, vinho quente e muitos enfeites de Natal. Queria comprar tuuuuudo! rs Gostei tanto do mercado de natal em Colônia que acabei indo lá duas vezes: para jantar num dia e almoçar no outro. O menu? Vinho quente e batata, que pode ser tipo num bolinho ou cortada em formato de mola.

Museu do Chocolate – Colônia

Não bastasse eu comer muita batata no mercado de Natal, fui directo visitar o Schokoladenmuseum: Museu do Chocolate de Colônia. Não resisti à ir em mais um museu do chocolate, já que este é mantido pela Lindtt, minha marca de chocolate preferida! Confesso que preferi o Chocoversum, museu do chocolate em Hamburgo. De qualquer maneira, vale o passeio, nem que seja para ir só até a loja! rs

Museu do Chocolate em Colônia, Alemanha

A fonte de chocolate e a vista de Colônia a partir do Museu do Chocolate!

Hop on Hop Off Hamburg

No inverno, nada melhor do que fazer “turismo preguiçoso”: peguei o ônibus Hop On Hop Off e fui conhecer Hamburgo bem quentinha e confortável. O passeio durou pouco mais de uma hora e foi bem explicadinho por um guia de verdade  em inglês (mas tem gravação em outras línguas também).

Ponte dos Cadeados – Hamburgo

Turismo em Colônia Ponte dos Cadeados E agora a surpresa: sabiam que a tradição dos cadeados surgiu em Hamburgo e não em Paris? A ponte Hohenzollern recebe cadeados dos casais apaixonados e olha, são muitos. A ponte está inteirinha tomada por eles! Apaixonada ou não, vale a pena cruzar a ponte e aproveitar a vista do Skyline de Hamburgo: o pôr do sol dali é lindíssimo!

Acompanhe as minhas viagens pelo instagram: @TrendTips!

Minha viagem à Colônia contou com apoio do Cologne Tourism, mas a a minha opinião e experiências são independentes e totalmente pessoais.

Colônia: cidade antiga e sua impressionante Catedral!

No segundo vlog de turismo em Colônia, Alemanha, vamos passear pelo maior cartão postal da cidade: a catedral, também chamada de Dom!

Catedral de Colônia – Dom

A Catedral de Colônia foi um dos únicos pontos da cidade não destruído totalmente durante as guerras, já que servia de ponto de referência para os bombardeios vindos do alto. Sua história começa em 1164, quando os restos mortais dos Reis Magos foram levados para Colônia. O lugar virou um ponto de peregrinação e decidiram construir uma catedral à altura. A cosntrução começou em 1248 e durou mais de 600 anos.

Em estilo gótico, o Dom de Colônia é a terceira maior igreja da Europa e é considerada patrimônio da humanidade. Imponente e linda: impossível não se encantar! Como meu hotel (A&O Hostels, ainda vou falar sobre!) era bem do lado dela, passava por ali sempre e nunca deixei de me surpreender com a sua beleza!

Makk – Museu de Artes Aplicadas

Museus não faltam em Colônia! No segundo dia, fui visitar o Makk, museu de artes aplicadas que fala tudo sobre a história da arte, desde a idade média até os dias atuais. Adorei!

Turismo em Colônia – Cidade Antiga

Depois do Makk, fui dar uma volta pela cidade antiga: ruas estreitas cheias de história, prédios e igrejas. Tudo reconstruído por conta das guerras, mas seguindo a arquitetura tradicional. Fique encantada pela igreja Great St. Martin!  É uma delícia passear pela beira do Rio Reno e aproveitar a paisagem!

Viaje comigo através do instagram: @TrendTips!

Minha viagem à Colônia contou com apoio do Cologne Tourism e do Makk, mas a a minha opinião e experiências são independentes e totalmente pessoais.

Farina Haus e 4711: qual será a verdadeira água de Colônia?

Farina Haus ou 4711: quem criou primeiro a água de Colônia? Foi isso que tentei descobrir no primeiro dia de turismo em Colônia, Alemanha!

Museu Romano Germânico

Comecei o dia fazendo um walking tour, mas não deu para aproveitar muito por conta da chuva… Ái que decidi ir para um museu (seco e quentinho!) e escolhi o Museu Romano Germânico, que conta toda a história do império romano na região da Colônia. Mosaicos, jóias, esculturas e muito mais sobre a influência do império romano na Alemanha!

4711 – House of Fragances

Depois de um almoço delícia numa taberna fui até a 4711 – House of Fragances. Não cheguei a fazer o tour por falta de tempo, mas fiquei impressionada com a beleza da loja. A fragância não me conquistou: achei muito forte e com cheiro de “antigo”. De qualquer maneira, temos que respeitar um aroma que foi criado em 1972!

Farina Haus

A casa Farina é quem detém o título de verdadeira Eau de Cologne! O perfume, criado em 1709 pelo italiano Johann Maria Farina rapidamente ganhou fama mundial por ser diferente de todos os aromas usados até o momento: a água de colônia Farina é fresca e leve. O Sr. Farina foi tão importante para a história de Colônia que conta até com uma estátua dele na torre da prefeitura!

Farina Haus: a verdadeira água de Colônia!

A Farina Haus permanece no mesmo local e na família Farina até hoje e o aroma é exatamente o mesmo usado no século XVIII! A fragrância cítrica teve como inspiração uma “manhã de primavera na Itália”. Não tem como ser ruim, né?

A autêntica água de Colônia ganhou clientes famosos pelo mundo inteiro: Napoleão, Rei Luís XV, Mozart, Dom Pedro I, Oscar Wilde, Gandhi e mais recentemente, Princesa Diana!

Aqui uma curiosidade: água de colônia hoje em dia é um termo genérico! Por conta do sucesso de Farina, centenas de cópias surgiram ao redor do mundo, e o termo acabou sendo usado em fragrâncias que contém de 2% a 4 % de óleo de perfume, o que faz com que o cheiro seja mais suave e menos duradouro. A Água de Colônia Farina tem mais de 5% de compostos aromáticos, sendo um perfume mais forte e com uma duração maior.

Farina Haus: a verdadeira água de Colônia!

Na Casa Farina, fiz um tour onde pude entender toda a história da Eau de Cologne. A melhor parte? O tour é em português, dado pela Cris, que trabalha na Casa Farina e sabe tudo sobre o perfume e sua história. Foi uma tarde super agradável, recomendo muito marcarem um tour com ela!

Mesmo quem não for fazer o tour, recomendo passarem pela loja : é bem pertinho da prefeitura e cheia de coisas deliciosas! Além do perfume tradicional, a Farina Haus conta com outras fragrâncias também. Ah, o perfume Farina só é vendido em dois pontos de Colônia, em nenhum outro lugar do mundo. Vai ser difícil sair de lá sem essa fragrância exclusiva!

Acompanhe as minhas viagens pelo instagram: @TrendTips!

A visita à Casa Farina foi oferecida pelo próprio local, mas a a minha opinião e experiências são independentes e totalmente pessoais.

Compras em Portugal: Saldo! Sale! Liquidação!

Confesso que durante o ano faço poucas compras em Portugal, não vou muito ao shopping e prefiro gastar com viagens, mas quando chega janeiro, não consigo me controlar! Os saldos (como são chamadas as liquidações / sale aqui), valem muito a pena: descontos reais que podem chegar a 70% em quase todas as lojas! É uma verdadeira loucura! E um perigo também… rs

Compras em Portugal

Comecei as compras online: aproveitei a oportunidade para garantir mais um casaco da Uniqlo, que já estava de olho desde a minha viagem para Alemanha. Depois, perdi a linha no site da Mango Outlet: se já é barato normalmente, nos saldos as coisas ficam realmente irresistíveis! Por lá foram 3 vestidos, duas blusas e uma saia (que não serviu e devolvi na loja).

Quando finalmente decidi encarar o shopping, não dei sorte e não achei nada de interessante. Rodei por várias lojas: estava tudo lotado e parece que só tinha porcaria… Só comprei mesmo dois tênis com glitter na Primark, liiiindos!

Como a vida é uma caixinha de surpresas (rs!), justo quando dei uma passada rápida na Zara (tinha só 10 minutos), achei um monte de coisa legal! Fiz compras express: saí pegando várias peças e fui pro caixa sem experimentar mesmo. Bolsa que é mochila, 2 saias e mais 2 vestidos… Por sorte, tudo serviu e caiu bem, foram excelentes compras!

Para ver como vou usar todas essas compras, é só me seguir no instagram: @TrendTips!

 

Já pensou em se hospedar onde os Beatles gravaram?

Nesta viagem contei com um grande parceiro: Generator Hostel em Hamburgo e em Berlim. Se eu adorei o hostel em Berlim, Hamburgo não ficou nada atrás! Afinal, ali, antes de ser um hostel, era um estúdio onde os Beatles gravaram antes de ficarem famosos! Sim, eu dormi num lugar onde John, Paul, George e Ringo já pisaram!!! ❤️

Hostel em Hamburgo Alemanha

Generator Hostel em Hamburgo – Localização

Excelente! Há poucos metros da estação central, não importa se você chega na cidade de avião, trem ou ônibus: o Generator Hostel é logo ali! A localização central permite que você conheça a cidade praticamente inteirinha a pé, mas se não quiser andar não tem problema: o metro é logo na porta do hostel e te leva para todos os lugares de Hamburgo!

Área Comum

Mal chegamos no hostel e fomos logo atraídas pela música do bar: super animado, com várias bebidas para escolher. Claro que não resisti e fui direto na cerveja alemã! Importante dizer que mesmo o bar tendo música, ela não atrapalha o sono de quem quer dormir, já que o bar fica em outra área do hostel.

Além do bar, o Generator Hostel em Hamburgo conta com espaços comuns com sofás, mesas e até mesa de pebolim! Como o hostel tem bar e restaurante dentro, eles não permitem comida nem bebida de fora, e também não oferecem cozinha. Uma pena, pois muitas vezes preferimos cozinhar e beber no hostel para economizar. Pelo menos a bebida tinha um preço razoável (2€ a cerveja 500 ml).

Comodidades

O hostel oferece wifi grátis em todo o prédio, secador e cadeado para alugar e até amenities para comprar (shampoo, pasta de dente etc). Tem recepção 24 horas e aluguel de bikes. Para deixar a mala enquanto passeia, o hostel conta com lockers pagos à parte.

Hostel em Hamburgo Alemanha

Café da Manhã

O café da manhã (pago à parte) tem tudo o que precisamos para começar um dia de turismo com muita energia: cereais, pães, frios, suco, café, leite, chá, iogurte, frutas. Servido em buffet, você pode se servir quantas vezes quiser e aproveitar para comer nas mesas ou nos sofás da área comum.

Hostel em Hamburgo Alemanha

Quartos – hostel em Hamburgo

Fiquei num quarto de 8 pessoas que era equipado com 4 beliches, espelho grande, banheiro e uma outra divisão com chuveiro. Essa divisão para o chuveiro era um pouco pequena, mas bem funcional. E se não quisesse usar o banheiro de dentro do quarto, podia ir à um dos corredores, bem maiores. Cada hóspede conta com um baú para guardar seus pertences e uma tomada com USB e abajur na cama. Lençóis, travesseiro e edredom uma delícia: macios e cheirosos! A toalha, que deve ser alugada à parte, também era ótima. Tudo muito limpo e organizado!

Hostel em Hamburgo Alemanha

Além dos quartos coletivos, o Generator Hostel Hamburg ainda oferece quartos duplos, triplos e quádruplos, para quem viaja em turma. Nos quartos coletivos, a opção feminina parece ser ótima: oferece alguns mimos que adoramos como secador de cabelo, penteadeira e revistas. Os preços começam nos 19 euros.

Design, história, conforto, excelente localização e preços acessíveis: não tem como não amar o Generator Hostel em Hamburgo. Adorei o clima animado e a decoração do local, já quero voltar pra lá!

Acompanhe as minhas viagens pelo instagram: @TrendTips!

Fiquei hospedada no Generator Hostel Hamburg à convite do local, mas a a minha opinião e experiências são independentes e totalmente pessoais.